como criar um site

22 de julho de 2014

Analistas-Tributários participam de PSI para experiência-piloto de teletrabalho

Teletrabalho é realidade na Receita Federal


21/7/2014 - O Secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Freitas Barreto, aprovou a experiência-piloto em teletrabalho para as atividades, na área de Tecnologia da Informação (TI), de desenvolvimento de sistemas corporativos, por meio da Portaria RFB 1802, de 13 de dezembro de 2013.
Em janeiro, iniciaram-se os preparativos para o Processo Seletivo Interno (PSI) para a seleção dos candidatos e projetos que melhor atendessem aos diversos processos de trabalho da Instituição.
O Processo Seletivo para a experiência-piloto de teletrabalho, regulamentado por meio da Portaria RFB 731 de 26 de fevereiro de 2014, foi amplamente divulgado pelos meios de comunicação institucionais, possibilitando que todos os servidores da Receita Federal pudessem se candidatar. Foram realizadas 58 inscrições, com projetos de autoria dos próprios candidatos e de relevante importância para a Instituição.
O PSI aconteceu em três etapas, nas quais a comissão de seleção analisou os seguintes pontos:
1. Cumprimento de pré-requisitos, informações prestadas pelo candidato, e entrega da proposta de projeto para avaliação;
2. Avaliação realizada pela área gestora do processo de trabalho, a que se referia o projeto, quanto à sua oportunidade e conveniência para a melhoria dos processos de trabalho da Receita Federal;
3. Entrevista pessoal do candidato.
Os projetos selecionados serão implementados de maneira nacional, de modo a melhor aprimorar os processos de trabalho do Órgão.
Durante o período da experiência-piloto do teletrabalho, de até 18 meses, os servidores continuarão com a mesma lotação e localidade de exercício. Após a conclusão de seus projetos, retornam para suas atividades nas respectivas unidades. A sinergia dos trabalhos realizados por diferentes profissionais e de diferentes áreas de negócios da Receita Federal tendem a trazer ganhos reais, agregando valor e resultados para toda a Instituição.
O teletrabalho em TI é uma modalidade de trabalho inovadora que visa aproveitar a capacidade, competência e experiência dos servidores alocados nas diversas unidades da RFB para que esses desenvolvam sistemas, no âmbito do Modelo de Desenvolvimento Interno, dando atendimento ao Objetivo Estratégico de Assegurar Soluções de TI Integradas e Tempestivas, agregando valor para toda a Instituição, consolidando e valorizando o desenvolvimento interno.
Para que sejam comprovados os benefícios dessa modalidade de trabalho, serão realizadas avaliações periódicas e publicação dos resultados trimestralmente. O estabelecimento de metas de produtividade proporcionará o acompanhamento das atividades através de critérios objetivos.
Veja a relação de servidores que preencheram as onze vagas disponíveis para atividades de desenvolvimento de sistemas de:
  • Levantamento de requisitos – dentro do processo de especificação da Fase de Elaboração;
  • Desenvolvimento e Testes – dentro da Fase de Construção;
  • Contagem e Validação de Pontos de Função – em diversos processos do modelo de desenvolvimento de sistemas.

Fonte: INTRANET

OBSERVAÇÃO: São Analistas-Tributários: César Ferreira Matos, Fábio Ottobeli Machado e José Glaucy de Aguiar Rocha.


Artikel Terkait: